A Procuradoria Geral do Município de Teresina, unida na causa do Outubro Rosa, promoveu, nesta quinta-feira (18), uma Roda de Conversa para sensibilizar sobre a prevenção ao câncer de mama. O evento contou com palestra do mastologista Dr. Luiz Airton, da Fundação Maria Carvalho.

O momento reuniu servidores no Centro de Estudos com o intuito de compartilhar informação sobre as causas do câncer de mama e formas de prevenção da doença que, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), é o segundo tipo mais comum entre as mulheres no Brasil. A campanha do Outubro Rosa, presente em todo o mundo, pretende assim mobilizar a sociedade para a prevenção da doença.

O Procurador-Geral do Município, Ricardo de Almeida, destaca o quanto é importante que a causa seja abraçada por todos. “Com certeza esta Roda de Conversa é essencial, sobretudo para aprendermos como é possível prevenir esta doença que afeta milhares de mulheres, e até homens também, em todo o mundo. A PGM apoia esta causa e, com certeza, o momento é oportuno para falarmos sobre o assunto”, observa.

O médico Luiz Airton apresentou aos servidores um panorama sobre as principais causas do câncer de mama e alertou sobre atitudes que podem evitar a doença. “O ideal é que sigamos sempre atentos a quatro coisas: alimentação variada, a prática de exercício é um dos melhores recursos para todas as doenças crônicas e saúde é sair do lugar; cuidar do meio ambiente é fundamental para a nossa saúde e ser feliz”, frisou.

A servidora lotada na Procuradoria Administrativa, Eliete Lima, parabenizou a iniciativa e aproveitou para lembrar a importância de abraçar a causa do Outubro Rosa. “É importante para as mulheres se cuidarem porque quanto mais cedo a gente se cuidar mais possibilidade de se tratar. Este momento foi muito importante para todos nós, da PGM”, comentou.

A programação contou ainda com momento de beleza com maquiagem e limpeza de pele para as mulheres da PGM.

 

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).